BATISMO – UM DIA ESPECIAL

“E disse Felipe: é lícito, se crês de todo o coração.
E, respondendo ele, disse:
Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.
Mandou parar o carro, e desceram ambos à água,
tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou”.(Atos 8:37,38)

 

 

 

 

 

 

Gostaria de parabenizar o casal Alex e Léo,irmãos em Cristo, que deverão passar pelas águas do batismo no dia 15 de abril, com o desejo das mais ricas bênçãos de Jesus,sabedoria e forças para andarem nesse “novo e vivo caminho” que lhes foi aberto na cruz.

O batismo bíblico é um acontecimento extraordinário na vida de alguém, que entende,   crê e confessa Jesus Cristo como seu Salvador. É uma data que fica marcada pelo resto da vida. Meus pais sempre contavam do seu batismo e da alegria que sentiram, e muitos anos depois chegou a minha vez de contar para os meus familiares como foi aquele dia. Agora chegou a vez de Alex e Cléo.

No texto em destaque encontramos um homem que passou pela mesma experiência, numa viagem de regresso para sua terra. Ele estava lendo uma passagem no livro do profeta Isaías, e o relato do capítulo 53 chamou sua atenção. Tratava-se do sofrimento de alguém, e ele ficou confuso, se o escritor se referia a si ou a outra pessoa. Nesse instante chegou Felipe, um mensageiro enviado por Deus para explicar-lhe. “Então Filipe tomou a palavra e, começando por esta escritura, anunciou-lhe a Jesus” (Atos 8:35).  E o resultado dessa explanação o levou  à descoberta que aquele homem era o Messias, o sofredor morto na cruz onde pagou seus pecados. No mesmo instante creu em Jesus Cristo, e pediu que para ser batizado. “E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus; mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e Filipe o batizou”. E o viajante seguiu sua viagem jubiloso.

O batismo é um ato que nos identifica com Jesus, e declara de maneira pública que cremos nele como Salvador. Não serve para nos purificar, nem tampouco para nos salvar. Portanto, é um ato de obediência à sua Palavra.

O apóstolo Paulo nos ensina, escrevendo sua carta aos Romanos, que o batismo simboliza nossa morte com Cristo, e ao levantarmos das águas nossa ressurreição, demonstrando um novo viver. “Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida” (Romanos 6:4)

Que nossos amados irmãos ao darem este bendito passo, possam sair das águas com júbilo, e prosseguir sua jornada neste mundo, testemunhando que em Jesus há plena e perfeita salvação.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz©

 

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *