O QUE VOCÊ ENTERROU?

pecadoDepois do grande milagre de Deus secando o rio Jordão e a conquista de Jericó com seus muros derrubados, o povo de Israel estava exultante diante de tamanhas vitórias. A próxima cidade a ser conquistada é Ai, que na visão dos espiões seria bem fácil demandando poucos homens, uns dois ou três mil para não cansar o exército.

E nesta confiança marcharam contra Ai e foram derrotados vergonhosamente. Nesta incursão, além de fugirem, perderam trinta e seis homens de guerra.  Até então não podiam entender a fragorosa derrota, diante da tomada da cidade de Jericó!

É sempre assim em assuntos que envolvem nossa obediência às ordens de Deus emanadas em sua Palavra. Agimos de forma errada seguindo nossos instintos, ou mesmo nossa capacidade em resolver determinado assunto, e certamente falhamos e saímos frustrados. Logo em seguida ao analisar nosso fracasso, descobrimos a causa.

Foi assim que se deu com o povo de Israel. Josué passou um dia inteiro na presença do Senhor querendo descobrir as causas da derrota. E a resposta veio prontamente:

“Israel pecou. Violou a aliança que eu lhe ordenei. Apossou-se de coisas consagradas, roubou-as, escondeu-as e as colocou junto de seus bens”.(Josué 7:10)

Na tomada de Jericó Deus proibiu a posse de todos os bens encontrados, que deveriam ser queimados, exceto a prata, o ouro e todos os utensílios de bronze e de ferro, pois estes seriam da casa do tesouro do Senhor. Entretanto, Acã não resistiu e levou para si uma bela capa feita na Babilônia, dois quilos e quatrocentos gramas de prata, e uma barra de ouro de seiscentos gramas. Ciente de sua transgressão escondeu tudo no chão de sua tenda.

O problema não estava nos objetos, mas no fato de que Deus havia proibido que tomassem qualquer coisa da cidade de Jericó. Acã desobedeceu deliberadamente.

Quantas vezes há objetos reprovados por Deus “dentro de nossa tenda”, desejos pecaminosos, filmes de sexos explícitos, ou revistas pornográficas, e, ainda, mentiras que julgamos serem pequenas.

De nada valeu Acã esconder os objetos debaixo de sua tenda. Talvez tenha pensado que o segredo estaria bem guardado. Ledo engano. Deus sabia de todos os detalhes. E nada está oculto aos seus olhos: “E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas”. (Heb.4:13)

A triste história de Acã nos ensina que o pecado escondido pode prejudicar ao próprio transgressor, e atinge todas as pessoas que nos cercam. Trinta e seis guerreiros de Israel foram mortos devido ao pecado oculto de Acã. Além do mais, a transgressão oculta incomoda a consciência, e exige uma confissão verdadeira e abandono por completo.

Que as lições de Acã falem ao nosso coração, e busquemos refúgio naquele que nos ama, apesar de nossos pecados:

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo”.(I João 2:1)

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”(I João 1:9)

O arrependimento deve existir de verdade e o abandono declarado em nosso coração. O alívio virá em seguida e novamente seremos usados nas mãos de Deus:

O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia”.(Prov.28:13)

Quando o pecado foi removido dentro de Israel, Deus comandou a tomada da cidade de Aí, e a vitória foi total.

“Então o Senhor disse a Josué: Estende para Ai a lança que tens na mão; porque eu te entregarei. E Josué estendeu para a cidade a lança que estava na sua mão.” (Josué 8:18)

Deus deseja usar cada um de nós e nos transformar em guerreiros vencedores. Antes, entretanto, exige que desocupemos coisas estranhas escondidas em nossa tenda, e aos seus pés confessemos com sinceridade.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz©

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *