REMÉDIO PARA FERIDAS


Só ele cura os de coração quebrantado e cuida as suas feridas.
Ele determina o número de estrelas
e chama cada uma pelo nome.
Salmos 147:3,4

Deus é o Deus da restauração. Ele cuida de nações, de homens e de mulheres. Ele exerce seu poder para abençoar, e deseja a cura completa de todos. Enquanto o homem, com toda a sua maldade lança mão do seu poder para o mal, matar, roubar e destruir, Deus usa o seu poder para o bem.

E de que forma o poder de Deus chega até ao ser humano? Sem dúvida, através do Evangelho, pois segundo o apóstolo Paulo, “… é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê: primeiro do judeu, depois do grego. (Rom. 1:16). Quando Deus salva pelo conhecimento e aceitação de Jesus como Salvador pessoal, seu poder vem ao coração, pois Ele veio para   “abrir os olhos aos cegos, para libertar da prisão os cativos e para livrar do calabouço os que habitam na escuridão. (Isaías 42:7). Daí Ele cura os de coração quebrantado e cuida das suas feridas.

O poder de Jesus é ilimitado, pois quem determina o número de estrelas e as conhece pelo seu nome, conhece de perto as nossas aflições. Ele, que foi ferido por nossas transgressões, cuida de nossas feridas, quando as que  foram infligidas em seu corpo, e que deixaram Tomé estarrecido, permanecerão com Ele por toda a eternidade; já as nossas feridas são curadas e não deixam cicatrizes. A cruz curou-as para sempre.

Assim se expressa o hino tão apreciado no meio cristão: “Lança o teu pesar em Jesus, Ele te guardará. Deixa os cuidados ao pé da cruz, perto Jesus está. Toda dor o Salvador vê, paz ao coração dá. Deixa os cuidados ao pé da cruz, perto Jesus está” (HC 41)

Que tal, a partir de agora, passarmos a dar crédito Àquele que pode nos ajudar, enxugar nossas lágrimas, curar nossas feridas, e colocar um novo cântico em nossas bocas?

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

 

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *