UM OBREIRO FIEL E DEDICADO AO SENHOR

LUIZ SOARES
Nascido em São Paulo – Capital – em 30-11-1930 e falecido na cidade de Piracicaba – SP – em 03-03-2003. Foi sepultado no cemitério de Piracicaba.
Filho de Thomé Soares e Maria Belmina, crentes no Senhor Jesus, sendo criado em um lar cristão.
Casou-se no dia 10/03/1962 com Hacy Senghi Soares, e dessa união nasceram os filhos: Miriam, Marta, Marcos e Mara.
Sua conversão:
Converteu-se aos 17 anos e foi recebido em comunhão na igreja no Bosque da Saude, que naquela época se reunia na Rua Visconde de Inhaúma.
Durante alguns anos foi professor na Escola Dominical, e mais tarde foi reconhecido como presbitero da igreja local.
A igreja onde servia adquiriu um terreno,  sendo construida  a atual Casa de Oração. 
Sua chamada para a obra:
Ainda no trabalho secular, em uma viagem de carro sofreu um acidente, sendo socorrido em tempo.
O companheiro de serviço que vinha de carona não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer. O carro ficou totalmente queimado, e sua Bíblia que estava no porta-luvas ficou chamuscada, e foi encontrada por um  pastor presbiteriano da cidade de Pouso Alegre onde ocorreu o acidente, e que o visitou por diversas vezes enquanto esteve no hospital daquela cidade até ser transferido para São Paulo.
Deus preservou sua vida por meio de um milagre e vendo o carro em chamas, depois de ficar no acostamento por muito tempo, disse ao Senhor Deus:

“Tudo o que eu fiz nesta semana de serviço virou cinzas num minuto. Se o Senhor quiser usar a minha vida até o resto dos meus dias, ainda que seja para a salvação de apenas uma alma de um fogo muito pior que esse aí, estou pronto para Te obedecer”.

A partir desse acidente os sinais que já se manifestavam para sua ida à obra missionária ficaram mais visíveis, e assim, foi encaminhado pela Igreja do Bosque da Saúde à obra missionária  onde servia ao Senhor.
Campinas –SP – 1970
Com sua familia mudou-se para Campinas e por um ano e meio ajudou a pequena igreja do Jardim Santana,  enquanto os irmãos Gary Bryar e familia estavam no exterior.
Tupi Paulista – SP – 1971 – 1979
No ano de 1971 foi convidado por alguns irmãos que se reuniam em Tupi Paulista para ajudá-los a formar uma igreja local naquela cidade.
Mudou-se com a família para lá e por 9 anos evangelizou e ajudou o pequeno grupo que logo se tornou uma igreja animada e com vários membros.
Mantinha um programa na rádio local todos os domingos o qual era ouvido em toda a região.
Piracicaba – Até 2003
Com os filhos maiores precisando  continuar os estudos, foi convidado pelo saudoso irmão Sr. Richard Jones para mudar-se para Piracicaba, onde ficou até a sua morte em 2003.
Obras Literárias:
A par das atividades missionárias desenvolvia seu trabalho voltado para a obra literária.
Vigiai e Orai:
Primeiramente, como co-fundador da revista Vigiai e Orai, que após sua morte teve prosseguimento por um período por seu filho Marcos Soares.
Hinos e Cânticos:
Trabalhou incansavelmente na organização, tradução, composição musical e na autoria de muitas letras e músicas, que se encontram no Hinário Hinos e Cânticos.
É de sua lavra os hinos 36 – 111 – 114 – 150 – 185 – 187 – 189 – 191 – 301 – 403 – 414 – 440 – 473 – 524 – 598 – 600 – 604 – 605 – 606 – 607 e 656.
Outros 19 hinos foram adaptados ou traduzidos por ele.

Destacam-se, ainda,  as músicas dos hinos 4 – 187 – 189 (1ª estrofe) – 318 com Jenny S.Crawford – 376 – 414 -513 – 547 – 601 – e  604.

É interessante observar um artigo de sua autoria inserido no Hinário com Música – 6ª Edição – 1999 -, com o título “Uma palavra sobre adoração”, muito útil e proveitoso, e que, talvez, poucas pessoas tenham lido.
Vale a pena procurar no Hinário com música e descobrir lições importantes deixadas por esse nobre irmão, extraídas desse artigo.
Escritos Avulsos:
Cooperou com artigos de profunda inspiração em periódicos evangélicos, e ainda publicou um estudo das 1ª e 2ªs cartas a Timoteo.
Áudios:
Deixou inúmeras gravações em áudio para programas evangélicos, que até nossos dias são transmitidos por várias emissoras em nosso País.
Também deixou hinos gravados com o objetivo de ensinar a melodia correta dos mesmos, sendo que muitas cópias estão espalhadas entre os irmãos nas mais diversas igrejas.
O testemunho da sua vida até hoje fala alto na experiência de muitas almas que levou aos pés de Cristo e na edificação do povo de Deus em muitos lugares de nosso país, redundando na glorificação do Senhor Jesus  a quem pertence toda a glória.
Cumpre, assim, na vida desse fiel servo, Apocalípse 14:13:
“Bem aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem das suas fadigas, pois as suas obras os acompanham”.
 
 
orlando

orlando

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »