GRAÇA PARA SUA AFLIÇÃO

 “Ele me disse: A minha graça te basta,
porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.
Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas,
a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo.
Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, necessidades, nas perseguições,
nas angústias por amor de Cristo.
Porque quando estou fraco, então é que sou forte”. (II Cor.12:9,10)

Penso neste texto como uma sublime e inteligente troca.
Paulo está diante de uma questão crucial. Estava se queixando do incômodo de um espinho na carne, por certo algo doloroso. E Deus lhe apresenta seu poder frente às fraquezas. E o apóstolo, então, opta por seu poder e sente prazer nas fraquezas.

Quantas vezes uma pequena dor, uma indisposição qualquer nos abate. Não somos capazes de agir como o apóstolo Paulo. Ele sentia prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Mais que uma simples dor de cabeça!.

Paulo conhecia de maneira esplêndida a graça de Deus, pois foi ela quem o levantou na Estrada de Damasco. Então bastou para ser confortado sob tantas dificuldades. O poder da graça que o salvou foi o mesmo que o assistiu em sua aflição.

Sem dúvida  precisamos levar a Deus em oração as nossas enfermidades e aflições ,sem desprezar os  recursos médicos, mas se a cura não vem, que  nunca nos esqueçamos de que sua graça é suficiente para confortar o nosso coração.

Deus sempre vem em nosso socorro, e com sua graça amacia nosso leito. O Senhor o sustentará no leito da enfermidade; tu lhe amaciarás a cama na sua doença”.(Salmos 41:3)

Que assim seja.
Orlando Arraz Maz

 

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *