CUIDEMOS DAS FLORES, MAS EM PRIMEIRO LUGAR DAS ALMAS

“Maria escolheu a boa parte,

a qual não lhe será tirada”.(Lucas 10:40-42).

 

Outro dia durante minha caminhada numa grande praça, onde muitos se exercitam, entre jovens andando de “skates”, bicicletas, jogando futebol e vôlei, notei um grupo que se destacava por suas camisetas amarelas, com a seguinte frase estampada: “Jesus é a solução”. Estavam distribuindo literatura evangélica, enquanto outros pregavam para alguns jovens, atentos às palavras do Evangelho de João. Logo, também parei e fiquei ouvindo.

Mais adiante, vi um homem que é morador de uma casa que dá frente para a praça, e que espontaneamente cuida das flores, das pequenas árvores, mas que neste dia consertava as balanças das crianças, lubrificando e apertando os parafusos. Ele também recebeu uma porção da Palavra de Deus.

Ao recordar este acontecimento, me vem à memória a visita de Jesus à casa de Marta, Maria e Lázaro. Em meio aos preparativos daquela refeição, encontramos Marta reclamando de sua irmã Maria: “Marta, porém, andava preocupada com muito serviço; e aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá que minha irmã me tenha deixado a servir sozinha? Dize-lhe, pois, que me ajude. Respondeu-lhe o Senhor: Marta, Marta, estás ansiosa e perturbada com muitas coisas; entretanto poucas são necessárias, ou mesmo uma só; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada”.(Lucas 10:40-42).

Aqueles jovens escolheram a boa parte em cuidar de vidas, anunciando as novas do Evangelho, apontando para Jesus, sua vida e seu perdão, e a garantia de uma vida eterna. Foi exatamente o que fazia Maria aos pés de Jesus. E os que se dispõe a segui-lo levando a preciosa semente são abençoados, também, por tal escolha.

O trabalho de Marta era muito importante, pois desejava fazer o melhor para Jesus, e assim é todo o esforço das pessoas, inclusive daquele homem cuidando da praça. Entretanto, não resolve o problema da alma, não transmite alívio necessário, e muito menos garante uma eternidade com Jesus.

Buscar em primeiro lugar o reino de Deus é escolher a boa parte. Depois, com tranquilidade, cuidemos das flores, das árvores e das balanças das crianças.

Que assim seja.

Orlando Arraz Maz©

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *