JESUS DÁ MAIS DO QUE PRECISAMOS.VOCÊ CONFIA?

“Todos comeram e ficaram satisfeitos,
e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços
que sobraram. Os que comeram foram de cinco mil homens,
sem contar mulheres e crianças.” (Mat. 14:20-21)

Toda vez que lemos sobre o milagre dos pães ficamos impressionados. É um milagre tão grandioso que mostra nossa pequenez, tal qual a dificuldade dos discípulos.

Em duas ocasiões os milagres foram feitos e cerca de nove mil pessoas, sem contar mulheres e crianças foram alimentadas. No ministério  de Eliseu também ocorreu o mesmo milagre (II Reis 4:42),quando cem homens foram alimentados. Em cada um deles constatamos a impossibilidade dos discípulos que disseram: “Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes”, e “donde nos viriam num deserto tantos pães para fartar tamanha multidão”? , e o servo de Eliseu: “Como hei de por isto ( vinte pães de cevada e espigas verdes) diante de cem homens?

De fato era impossível para tais pessoas, mas nas mãos de Deus aconteceram milagres extraordinários.

Quantas vezes eu e você nos deparamos diante de impossibilidades sem quaisquer chances de sucesso. Nos sentimos tão pequenos assim como aqueles discípulos. Ora uma enfermidade que aparece, uma perda irreparável, um amigo que nos abandonou, a solidão que surgiu, e tantas montanhas de aço  à nossa frente. Ficamos paralisados.

Todos os discípulos contavam com recursos bem próximos a eles: Jesus com seu poder incalculável e Eliseu na dependência de Deus. E todos os discípulos ficaram maravilhados, pois sabiam que a mão de Deus fizera tais sinais.

Assim deveria ser conosco. Jesus garantiu sua presença ao partir para o céu: “E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. (Mateus 28:20). Precisamos nos apropriar desta promessa espetacular, como se Ele estivesse sentado ao nosso lado e nós ajoelhados aos seus pés, e deixar que Ele faça o impossível.

Outra verdade preciosa: quando Jesus faz o milagre nunca é sob medida, mas vai muito além do necessário. No primeiro milagre “Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços que sobraram (Mateus 14:20). No segundo: “Todos comeram até se fartar. E ajuntaram sete cestos cheios de pedaços que sobraram” (Mateus .15:37). Já no milagre de Eliseu havia uma promessa do Senhor: “Eles comerão e ainda sobrará. Então ele serviu a todos, e conforme a palavra do Senhor, eles comeram e ainda sobrou”(II Reis 4: 43-44)

Quantas lições aprendemos nestes milagres, pois à medida que os lemos ficamos impressionados com a multiplicação e esquecemos da incapacidade dos discípulos que provaram e viram o poder de Deus. Como eles, também somos incapazes, mas a promessa permanece imutável e o seu poder é o mesmo.

“Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!” (Efésios 3:20,21)

Ele pode fazer e nos dar além do que precisamos. É só confiar.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz©

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *