O ADVOGADO DE JÓ

“Saibam que agora mesmo a minha testemunha está nos 

céus;nas alturas está o meu advogado.

O meu intercessor é meu amigo,

quando diante de Deus correm lágrimas dos meus olhos;

ele defende a causa do homem perante Deus, como quem 

defende a causa do amigo.”

(Jó 16:19-21)

Quem não deseja um advogado competente, sobretudo com bons conhecimentos jurídicos? Jó, o velho patriarca, pode nos ajudar neste sentido, pois diante de seus “amigos”, verdadeiros acusadores, apresenta-lhes um advogado que, além de competente, se interessava por ele. Eis suas credenciais:

  1. a) local onde atende: nas alturas, nos céus;
  2. b) ele é um amigo e um intercessor;
  3. c) ele compreende as muitas lágrimas;
  4. d) defende ações como a um amigo;

Apesar de tanto sofrimento, reduzido não somente à miséria financeira, como à precária saúde, sua esperança ainda era forte e sua confiança em Deus era inabalável. Apesar de suas queixas contra Deus, sem compreender as causas de  tamanha dor, e ainda, incitado por sua mulher a amaldiçoar Deus, Jó guardava e alimentava dentro do seu coração  total esperança.

Quantas vezes nos encontramos perdidos em meio ao sofrimento, à tristeza, à dor pela doença ou pela morte de alguém que amamos, e de repente avistamos uma pequena luz para nos iluminar, e nela depositamos nossa esperança. Foi assim com Jó. A luz que ele pode ver através de seus olhos sem nenhum brilho foi um advogado para defendê-lo.

Esta bendita luz que avistamos nada mais é que nosso Advogado, o Senhor Jesus, o mesmo que socorreu a Jó em suas necessidades e devolveu-lhe  saúde e paz. Ele está nos céus e é nosso amigo, compreende nossas lágrimas e deseja nos defender. Assim, somos apresentados a Ele por João, seu apóstolo:

Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo”.

Ele está pronto para restaurar aquilo que satanás roubou, libertar-nos de suas acusações, e enxugar de nossos olhos toda a lágrima.

Bendito seja este nosso Advogado, pois “Ele é o mesmo ontem (nos tempos de Jó), hoje e eternamente” (Hebreus 13:8).

“Redentor onipotente,
Poderoso Salvador,
Advogado onisciente
É Jesus meu bom Senhor”.

Quem assim seja.

Orlando Arraz Maz©

Esta entrada foi publicada em ARTIGOS. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *