2019 – SEJA BEM-VINDO

 “A duração da nossa vida é de setenta anos;
e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos,
a medida deles é canseira e enfado;
pois passa rapidamente, e nós voamos”.(Salmos 90:10)

Falta pouco para nos despedirmos de 2018. E uma verdade não pode ser deixada de lado: este ano passou muito rápido. E, consequentemente, nossa vida passou da mesma forma. Aliás, é uma afirmação bíblica de Moisés em seu Salmo, sobre os anos de nossa vida: “passa rapidamente e nós voamos”, ou como um “suspiro”. Assim entendia Jó: “O homem, nascido da mulher, é de poucos dias e cheio de inquietação. Nasce como a flor, e murcha; foge também como a sombra, e não permanece”(Jó 14:1,2). “E o apóstolo Tiago, escreve “Que é a vossa vida? “Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece” (Tiago 4:14).

Olavo Bilac, em seu majestoso poema assim se expressa:

O Tempo

Sou o tempo que passa, que passa
Sem princípio, sem fim, sem medida
Vou levando a Ventura e a Desgraça,
Vou levando as vaidades da Vida

A correr, de segundo em segundo
Vou formando os minutos que correm...
Formo as horas que passam no mundo,
Formo os anos que nascem e morrem.

Ninguém pode evitar os meus danos...
Vou correndo sereno e constante:
Desse modo, de cem em cem anos,
Formo um século e passo adiante.

Trabalhai, porque a vida é pequena
E não há para o tempo demora!
Não gasteis os minutos sem pena!
Não façais pouco caso das horas!

Portanto, estamos diante de uma verdade inquestionável, qual seja, a brevidade de nossa vida.  Se o ano passou ligeiro, nós passamos também, o que nos leva a refletir nas coisas que fizemos e nas que não pudemos fazer; projetos lançados e logo abandonados; e num piscar de olhos, o ano chegou ao fim.

E no plano espiritual quantas coisas deixamos de fazer, como amar mais a Deus e obedecê-lo, amar ao próximo, dedicarmos mais tempo à meditação e ao aprendizado de sua Palavra,   aproveitar cada oportunidade que surgiu diante de nós. Sem dúvida,se assim fizermos, os 365 dias do próximo ano serão vividos intensamente, e não nos assustaremos no final deles. E ao olharmos no espelho retrovisor  nos alegraremos com seu resultado.

A Palavra de Deus nos ensina que este mundo “jaz no maligno” e, portanto, nada de bom poderá nos legar. O apóstolo Paulo em sua carta aos cristãos de Éfeso, escreve: Portanto, vede diligentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, usando bem cada oportunidade, porquanto os dias são maus” (Efésios 5:15,16)

Que o ano que se avizinha seja aproveitado de maneira sábia e inteligente, e que o projeto número um seja amar a Deus com todas as nossas forças, e abrir nossos corações para que esse amor seja derramado e transborde para abençoar a muitos.

Que assim seja.

Feliz Ano Novo

Orlando Arraz Maz©

Orlando Arraz Maz

Orlando Arraz Maz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »