meditaçoes bc

A SERPENTE AINDA FALA. SERÁ?

 

 

Quando lemos o relato de Gênesis 3, onde a serpente manteve uma conversação com Eva, há grave perigo em pensarmos que ela já não fala mais, que tornou-se rouca, perdeu sua voz e por último, ficou inativa. Entretanto, ela continua bem viva e sua voz ressoa através dos tempos , durante todos os minutos. É uma voz incansável.

 Com Eva ela  falou  transformada em uma serpente. Apenas em dois relatos na  Bíblia encontramos animais falando. Em Gênesis 3  Satanás fala para enganar; no caso da jumenta de Balaão, Deus fala para advertir o falso profeta do seu caminho perverso.

A astúcia, a sagacidade, a maldade da serpente são as mesmas. Sua tecnologia é  bem avançada em nossos dias. E a serpente sabe usá-la  de forma perfeita.

A serpente fala à criança desde os seus primeiros dias quando os seus pais dizem “não” e ela insiste na sua desobediência; fala aos adolescentes para se tornarem rebeldes, violentos, e os leva aos vícios tornando-os seus dependentes e escravos, e quando adultos já estão totalmente envolvidos nos engodos da serpente.

Com tais pessoas a serpente não tem muito trabalho, pois o esquema diabólico que ela criou naquele jardim funciona de forma extraordinária; já com aqueles que um dia se viram livres dos seus laços é tarefa bastante difícil. Entretanto, podem ser  persuadidos em dar ouvidos à sua fala,  o que não é impossível.

A serpente ainda fala aos ouvidos daqueles que um dia foram impactados com a mensagem do evangelho, e se renderam aos pés do Salvador. Que iniciaram a jornada cristã com todo zelo, estudando com diligência a Palavra de Deus. Fala incansavelmente com tais pessoas para que desistam de “tanta” obediência, de empenho e cuidado, até que veja sua fala sendo obedecida. O quadro é bem triste, mas é uma realidade.

A serpente fala com o adolescente que desde pequeno foi levado à casa do Senhor com seus pais, que comparecia com alegria a todas as reuniões chegando a ser batizado, e quando adulto todo aquele entusiasmo foi apagado, abandonando o Senhor.  A serpente mostrou-lhe os prazeres deste mundo, as amizades que foram se formando longe do convívio cristão, as diversões, os prazeres, e, como o filho pródigo,  foi dissipar seus valores espirituais longe da casa do pai.

A serpente fala com a jovem que foi instruída a ser fiel ao Senhor e manter uma vida pura, e que aos poucos foi deixando suas instruções para unir-se a um jugo desigual, afastando-se assim da comunhão com seu Senhor, sujeitando-se às mais tristes e nefastas consequencias.

A serpente ainda fala em lares cristãos onde a família está totalmente perdida em seus muitos afazeres. Cada um cuida de si e mal se encontram dentro da mesma casa, e os interesses do Reino deixaram de exixtir. Daí as desavenças, o rancor, a mágoa, a falta de perdão, e o abismo de uma separação que poderia ser evitada. A serpente falou mais alto.

A serpente ainda fala dentro da Casa do Senhor nas reuniões da igreja, onde o ajuntamento deveria ocorrer para exaltação e glória de Deus na pessoa do Senhor Jesus Cristo, mas intrigas internas, fofocas, más conversações, problemas resolvidos aparentemente, o perdão que não foi sincero, ainda ocupam o coração, entristecem o Espírito Santo, não há progresso espiritual e, pior, não há conversão de almas.

E no campo missionário, o lugar da batalha do Servo que um dia foi chamado pelo Senhor da Seara, e em obediência total declarou de coração: “Eis me aqui”? Sem dúvida, a serpente ainda fala. Quando os recursos escasseiam, a mesa outrora farta agora quase vazia, a serpente coloca em dúvida a fidelidade do Senhor :”Onde está o teu Deus que te comissionou?”. Quando há um trabalho extenuante em convites durante a semana, e na pregação do Evangelho ninguém apareceu apesar de tantas promessas. E logo vem a fala da serpente: “Pode desistir, você não serve para esse ministério”. E quando vem a doença, a dor, o luto, a incompreensão, e que abate seu coração profundamente, logo ela se põe a falar: “Teu Deus esqueceu de você”.

O apóstolo Paulo escrevendo aos crentes de Corinto, em sua segunda carta, assim ensina: 11:3 “Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo”.

Penso que Paulo tinha em mente o cenário de Gênesis 2 e 3, onde a serpente inaugurou sua fala de sedução e engano, levando Adão e Eva a se desviarem da verdade. Agora Paulo teme pelos crentes de Corinto que estavam sendo levados pelo silvo da serpente, voltando à vida antiga, às práticas da idolatria, às prostituições, causando tristezas e divisões na igreja. Quando há permissão para que a serpente fale ao coração com pensamentos funestos, o passo para uma mente corrompida e o desvio da “simplicidade e purezas devidas a Cristo”, é muito  pequeno. 

Portanto, lancemos mão de alguns conselhos que Deus nos dá em sua Palavra.

Não permita que o “diálogo” da serpente cresça. Seja mal educado. Mostre quem você é e quanto é seu valor para Cristo. Fale das glórias em seguir os passos de Jesus, em contraste com a tragédia que ela causou ao mundo onde veio para roubar, matar e destruir. Grite bem alto do valor da vida abundante, eterna, que ele dá a todos que creem nele. (João 10:10).

Somente quando forem ousados aqueles que pertencem a Cristo, quer sejam crianças, jovens, famílias, igrejas, obreiros, calando a cada instante a voz da serpente, deixando de dar a atenção que ela deseja, e buscar direção aos pés do Salvador, as vidas serão triunfantes.

“Entre as vozes que nos chamam desejando ouvidas ser, há só uma que devemos prontamente obedecer: É a voz de quem nos ama, nosso Deus e Salvador, e que exige com direito nossa fé e nosso amor. Um verdadeiro “sim”, e de todo o coração, a tudo que o Senhor mandar, um Sim do coração. E não, um forte  “não”a toda a tentação,ao mundo e ao pecado sempre um forte e firme “Não”(HC 358)

Então,  a serpente tem aborrecido muito você ? Tem causado tristeza? Você  sente que está perdendo a batalha? Não importa sua posição na igreja nem seu lugar no Reino, busque com urgência ao Salvador e redescubra a beleza de sua voz nas Escrituras. “Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo.(Apoc.1:3).

O Salvador deseja uma comunhão com todos dispostos a dar valor à sua voz:

“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo.”(Apoc.3:20).

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

 

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

FELIZ DIA DAS MÃES

Hoje é um dia bastante especial, portanto, diferente de todos os outros. Esse dia foi instituído para homenagear nossa mãe, e devolver-lhe um pouco do

Leia mais »

O VERDADEIRO NATAL

 “ela dará à luz um filho, a quem chamarás JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. (Mateus 1:21). Falar ou escrever sobre

Leia mais »

ESPERANÇA INABALÁVEL

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Romanos 12:12 Durante a guerra civil americana, num determinado dia houve um momento de trégua,

Leia mais »

AFLIÇÕES QUE PASSAM

 “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser

Leia mais »

SONO DE CRIANÇA

Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim. Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para

Leia mais »