AMIGOS NA MORTE

“E se foi sem deixar de si saudades”

A receita para um final assim ninguém quer. Jeorão, que é seu nome, teve tudo para ser um bom rei: um pai temente a Deus, exemplos nobres como o rei Davi, e o profeta Elias, um homem identificado com Deus, contemporâneo seu.

Viveu uma vida, e consumiu-a na idolatria e na maldade. Morreu sem amigos e sem deixar saudades. E o pior de tudo, morreu sem Deus.

Então, qual a receita para deixar muitas saudades no coração das pessoas quando partirmos desta vida? Muitos brincam afirmando que serão necessárias apenas quatro ou seis pessoas para segurarem a alça do seu caixão. Deixando as brincadeiras, precisamos muito mais que quatro pessoas para lamentarem  nossa partida.

Para um final feliz o ponto principal é viver de bem com Deus, nosso Pai, amar nosso semelhante, e poder dizer a cada dia: “como é bom ser bom”.

Caso venha vivendo como Jeorão, o homem sem amigos, ainda é tempo de mudar. E só assim seu enterro será bem concorrido.

Leitura: II Crônicas cap.21

Orlando Arraz Maz

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »