Amor pela Casa do Senhor

Igreja em São Tomé e Príncipe

“Uma coisa pedi ao Senhor e a buscarei: que possa morar na Casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor e aprender no seu templo. Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; por-me-á sobre uma rocha”. (Salmo 27:4,5)

 Que homem especial seria o salmista Davi, autor deste salmo, onde demonstra seu amor pela Casa do Senhor. É bem provável que ainda não reinava sobre Israel e que compôs este salmo por ocasião da sua terceira unção para ser rei ( II Sam.5:4).

 Estava prestes a reinar, e por longos anos aguardou pacientemente por essa ocasião. Entretanto, não duvidou, nem esmoreceu diante das promessas de Deus, pois sabia que Ele  era fiel. E nesses anos de espera, seu amor pelo Senhor e por sua casa aumentava dia a dia.                                                                                                

 Na época de Davi, desde os seus primeiros dias, sabia que Deus se manifestava no tabernáculo, no lugar escondido, onde somente entrava o Sumo Sacerdote. E uma vez na Casa do Senhor sentia uma paz profunda.

 Como vai o seu amor pelo Senhor e por sua casa? Hoje sabemos que Deus se revela em cada um na pessoa do Senhor Jesus Cristo.

 Buscamos a sua casa, e como igreja nos ajuntamos para ter comunhão com Deus e com os nossos irmãos. E como é apreciável nos ajuntarmos como uma família. Parece-nos que estamos abrigados de todo o vento e tempestade quando sentimos o calor de um abraço, o sorriso no rosto de um irmão e uma expressão cordial. Diante de tudo isso, dá vontade de morar na casa do Senhor.

 Que esta seja a minha oração, pois contemplando a face de cada crente vejo refletida a obra da cruz, onde contemplo a formosura do Senhor. E no dia da adversidade, Deus estará por cima e eu estarei seguro na rocha que é Cristo, bem abrigado por ele.

 Amemos cada vez mais nossos irmãos, e que ao findar o domingo   comecemos a sentir saudades deles,desejando vê-los e abraçá-los na próxima reunião.

 Que assim seja.

 Orlando Arraz Maz

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »