BRAÇOS QUE NÃO SE CANSAM

moises

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
“E acontecia que quando Moisés levantava a mão,
prevalecia Israel; mas quando ele abaixava a mão, prevalecia Amaleque.
As mãos de Moisés, porém, ficaram cansadas;

por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, e ele sentou-se nela;
Arão e Hur  sustentavam lhe as mãos, um de um lado e o outro do outro;
assim ficaram as suas mãos firmes até o pôr do sol”. (Êxodo 17:11,12)
 

Quando leio este texto meu coração aponta para Cristo, e
mostra sua superioridade em relação a Moises e a todos as demais pessoas que já passaram por este mundo e que ainda passarão.Moisés, nesta batalha histórica dos israelitas em pleno deserto, contra as forças do exército de Amalaque, busca o socorro de Deus levando consigo a vara de Deus, usada nos tempos de Faraó. Quando Moisés levantava a mão em sinal de intercessão e dependência de Deus, os israelitas prevaleciam; quando abaixava a mão, o exército  dos amalequitas prevalecia.O cansaço era o responsável pela queda de suas mãos, razão para Arão e Hur as sustentarem sobre uma pedra.

Amaleque nas Escrituras é um símbolo da carne, da natureza maligna que reside no coração do homem, e que guerreia a todo instante tentando derrotá-lo. Quer vencer custe o que custar.

Entretanto, o Senhor Jesus Cristo lá do alto céu, tem suas mãos estendidas para guardar aqueles que nele confiam, e elas jamais se cansam. Elas são fortes porque foram transpassadas pelos pregos da cruz e feridas para nos salvar.

Quantos estão sucumbindo pelas forças do mal nestes dias tão tumultuados, arrastados pelos vícios, desesperados e tristes, e se esquecem de que há um que nunca se cansa:

“Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra, não se cansa nem se fatiga? E inescrutável o seu entendimento”. (Isaias 40:28).

Quando os homens depositarem suas vidas nas mãos incansáveis de Cristo, confiarem nele plenamente e o confessarem como Senhor e Salvador, elas estarão sempre estendidas para fortalecer e nos dar vitória:

“Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou”. (Romanos 8:37)

Que assim seja

 

Orlando Arraz Maz

 

 

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »