Cabelos brancos! Velhice? E agora?

 

 

A Velhice

Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores moças, mais amigas,
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas…

O homem, a fera e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres da fome e de fadigas:
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.

Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo. Envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem,

Na glória de alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!

Olavo Bilac

 Há algum tempo li num site de relacionamento sobre um homem cuja idade já passava dos 50, querendo uma fórmula para esconder seus cabelos brancos.  Ele não queria que os outros o vissem como um velho, com direito à fila de idosos, assento preferencial nos coletivos ou metrôs etc  Confesso que fiquei estarrecido com tamanho pavor.

 

Num passado não muito distante esse medo era das mulheres, que providenciavam todos os meios para ocultar sua idade e para realçar sua beleza. Hoje encaramos com a maior naturalidade esse recurso, pois algumas realmente rejuvenescem e  ficam mais bonitas.

 Mas de uns tempos para cá os homens passaram a usar os mesmos recursos, o que não há nada de errado. Cabelos, maquiagem, unhas, tratamento de pele, e também se sentem rejuvenescidos.

O que há de estranho é usar tais recursos para esconder a idade que é uma dádiva de Deus. Os anos acumulados trazem experiências daqueles que uma vez erraram, e agora podem abrir os olhos dos que vêm atrás.

 

Por que esconder algo que está inserido em nosso corpo, que nos avisa a cada manhã que nossos recursos diminuem, nossas forças se esvaem e nosso andar se torna trôpego? Será que cabelos tingidos vão resolver tais contingências da vida? É como uma caiação numa parede descascada onde por mais que se apliquem retoques qualquer um vai enxergá-los.

O cabelo tingido pode ser comparado a uma vida manchada pelo pecado, inclinação latente em toda a pessoa para contrariar a vontade de Deus. Daí  surgem as fórmulas de “tingimento” para camuflar a realidade.

 

Os bons modos, a educação, a religião, a honestidade, que não deixam de ser ótimos ingredientes, mas à luz da Palavra de Deus não passam de camuflagens baratas. O pecado vai estar sempre presente tal como o cabelo branco escondido pelo tingimento.

 

Por último, se você quiser continuar ocultando seus cabelos dando uma aparência jovial, tudo bem. Não há nada de errado. Mas não se envergonhe de ser idoso.

O que ninguém pode fazer é esconder o seu pecado, maquiá-lo da forma mais atraente, pois Deus o vê de qualquer forma.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

 

 

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »