COMO FOI SUA PÁSCOA?

“Ressuscitou verdadeiramente o Senhor

e já apareceu a Simão” (Lucas 24:34).

Ainda é tempo de refletir sobre a Páscoa, mesmo que já foi comemorada com muita alegria, ovos para crianças e uma mesa farta. São coisas que ficaram para trás e logo serão esquecidas.

Entretanto, a verdadeira Páscoa jamais será esquecida e sua comemoração sempre se renova nos corações dos que conhecem seu verdadeiro significado.

A Páscoa verdadeira para muitos deixou de ser comemorada, pois ainda permanece desconhecida. Ela nos leva à ressurreição de Jesus e resulta em uma nova alegria, permanente, eficaz e que jamais acaba. É comemorada na terra e será sempre lembrada na eternidade. A verdadeira Páscoa abre os nossos olhos espirituais a fim de que celebremos a Cristo ressuscitado.

Na manhã da Páscoa dois discípulos de Jesus estavam desanimados e tristes pela sua morte. Suas palavras expressavam tal sentimento: “É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro, e, não achando o seu corpo, voltaram dizendo que também tinham visto uma visão de anjos que dizem que ele vive”. E mais ainda: “E alguns dos que estavam conosco (Pedro e João) foram ao sepulcro e acharam ser assim como as mulheres haviam dito, porém não o viram” (Lucas 24: 16 a 24)

Hoje se dá o mesmo, pois muitos não creem que Cristo ressuscitou apesar do testemunho das Escrituras. Naquela ocasião, enquanto caminhavam, Jesus alertou-lhes dizendo que seus olhos estavam fechados, razão porque o desconheceram.

Os discípulos de Emaús descobriram que o forasteiro era o próprio Jesus, e com ânimo redobrado voltaram a Jerusalém e contaram as boas novas aos discípulos: “Ressuscitou verdadeiramente o Senhor e já apareceu a Simão” (Lucas 24:34). “Tiveram seus olhos abertos e o conheceram”, e a alegria voltou aos seus corações entristecidos.

A verdadeira Páscoa abre os nossos olhos para que vejamos e acreditemos que o túmulo está vazio.  O corpo de Jesus ressuscitado e glorificado está nos céus. Ele deseja que comemoremos com alegria, na esperança de que vai voltar.

Então, que tal continuar comemorando a verdadeira Páscoa, não como aquela de ontem, mas a que nos dá esperança e nos garante vida eterna.

O túmulo está vazio, mas o trono está cheio de glória ocupado por Jesus.

Aleluia, Ele ressuscitou.

Que assim seja.

Orlando Arraz Maz©

Orlando Arraz Maz

Orlando Arraz Maz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »

O MILAGRE DA OBEDIÊNCIA

“Tendo acabado de falar, disse a Simão: “Vá para onde as águas são mais fundas”, e a todos: “Lancem as redes para a pesca”. Simão

Leia mais »

UMA NOVA VISÃO

Lançando sua capa para o lado, de um salto, pôs-se de pé e dirigiu-se a Jesus” (Marcos 10:50)   Quando Jesus deixava a cidade de

Leia mais »