CRISTÃOS COM MÁSCARAS

 

Máscaras

 

 

“Desvia de mim o caminho

da falsidade”

(Salmos 119:29)

Tenho visto muita coisa ao longo da minha vida, especialmente no cenário religioso. Por exemplo, dois tipos de cristãos. Um que vive preocupado com Deus nas suas ações, no seio de sua família, na igreja e entre seus amigos. É aquele que é ele mesmo. É transparente. Não tem nenhuma cópia. É ele mesmo em qualquer lugar.

O outro tipo é o cristão com duas faces sob uma máscara. Uma para ser usada no convívio fora da comunidade religiosa longe da vista de seus irmãos de fé; a outra somente em encontros religiosos preferencialmente aos domingos. Está sempre novinha, bonita, sorridente, educada, consagrada, cheia de espiritualidade. Quando se encerram as atividades religiosas, lá pelo findar do domingo, é deixada de lado e imediatamente colocada a outra face que passa a mostrar suas garras em suas atitudes no lar. É grosseiro com a mulher e filhos, a comunicação é péssima entre eles, e todos têm medo quando está munido dessa máscara que é sua realidade. Durante a  semana, então nem se fala, pois tem um palavreado próprio, mal educado e estúpido.

O Senhor Jesus convivia com portadores de máscaras, tanto que nos seus ensinos assim se manifestava:

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia”.(Mat.23:27)

Faltava-lhes um arrependimento sincero e uma verdadeira fé no Senhor Jesus.

Para todo mal tem remédio, assim como para o mal de máscaras.

Basta uma verdadeira conversão sob o toque do Espirito Santo, e assim jamais existirão portadores de máscaras, ou vidas como  sepulcros bem pintados por fora, com picos altos e baixos. Devemos nos importar com nossas atitudes perante Deus, e sabermos que no Tribunal de Cristo não faremos uso de máscaras. Lá seremos nós mesmos e nossas ações serão colocadas à prova. Se forem palhas, madeiras ou fenos, serão como aspirais na fornalha, mas se forem de ouro, prata ou pedras preciosas resistirão perante os olhos daquele que estará à nossa frente.

Que tal mudarmos imediatamente e deixar fluir o Espirito Santo em nossas vidas, e vivermos sem máscaras?

Que assim seja

Orlando Arraz Maz©

Orlando Arraz Maz

Orlando Arraz Maz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »