ESQUECENDO FACILMENTE ?

Campos

“Quando, pois, o SENHOR teu Deus te introduzir na terra que jurou a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó, que te daria, com grandes e boas cidades, que tu não edificaste,

E casas cheias de todo o bem, que tu não encheste, e poços cavados, que tu não cavaste, vinhas e olivais, que tu não plantaste.

Quando, pois, o SENHOR teu Deus te introduzir na terra que jurou a teus pais, Abraão, Isaque e Jacó, que te daria, com grandes e boas cidades, que tu não edificaste. E casas cheias de todo o bem, que tu não encheste e poços cavados, que tu não cavaste, vinhas e olivais, que tu não plantaste, e comeres, e te fartares,

guarda-te, que não te esqueças do SENHOR, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão”.(Deuit.6:10 a 12)

 As palavras deste texto falam-me ao coração, e levam-me a pensar na bondade e no amor imensurável de Deus.

As promessas dadas ao povo recém-saído do Egito vão além de nossa imaginação. Deixariam qualquer um de nós satisfeitos e tranquilos quanto ao futuro, pois em Deus estaríamos descansados: conquistar cidades já formadas, casas repletas de mantimentos, campos cultivados e comidas em abundância. Tudo sem nossa participação. E tais promessas foram cumpridas integralmente por Deus.

Entretanto, o Senhor Deus, conhecendo o coração de cada um, à época da promessa, alertou-lhes para que não se esquecessem de todas essas bênçãos.

Mas o povo logo não só esqueceu, mas passou a duvidar, e o temor cresceu em cada coração ao se depararem com os obstáculos, a exemplo dos espias enviados por Moises para conhecerem a terra, onde viram gigantes e cidades fortificadas.

Hoje não temos as mesmas promessas materiais para os nossos dias, mas temos promessas espirituais bem maiores do que estas vindas pelo amor e graça do Senhor Jesus. Bênçãos sem nossa participação. E carregamos em nossos corações as mesmas falhas do povo de outrora: esquecemos com facilidade.

Quando Jesus participava com seus discípulos da última ceia, os evangelistas escreveram suas palavras: “E tomando pão, e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim.”(Lucas 22:19).

Precisamos guardar no coração e ter nossa memória ativada constantemente para não nos esquecermos de que o corpo de Jesus foi dado por nós na cruz do Calvário, e é por Ele e através Dele que recebemos as incontáveis bênçãos de Deus.

Assim como cada israelita participou da promessa de abundância na terra prometida, em Cristo recebemos bênçãos maiores, quando o recebemos como nosso Eterno Salvador:

“Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus”.(Efésios 2:4-7)

Será que esquecemos facilmente do amor imensurável de Deus, especialmente na correria dos dias que atravessamos? Deus ainda nos pede: “guarda-te, que não te esqueças do SENHOR, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão”.

Deus fez muito mais: estávamos mortos em nossos delitos e pecados e nos deu vida com Cristo, nos ressuscitou com ele (com Cristo) e nos fez assentar nas regiões celestes. A cada um cabe “guardar tais verdades no coração” e amá-lo cada vez mais, pois Cristo é “Aquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados” (Apoc.1:5).

A Ele toda a glória

©Orlando Arraz Maz

 

Orlando Arraz Maz

Orlando Arraz Maz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »