FALSO MORALISTA

Judá, o quarto filho de Jacó, é visto nas Escrituras como um falso moralista.


Judá e Tamar
A história narrada no livro de Gênesis cap. 38, nos dá uma visão bem ampla de seu procedimento.

Judá foi pai de três meninos: Er, Onã e Selá. O mais velho casou-se com Tamar, e por ser mau o Senhor o matou, morrendo sem deixar descendentes. O segundo filho, de acordo com os costumes da época, foi dado à viúva para perpetuar a descendência de seu falecido irmão, que também veio a morrer sem deixar descendentes. O terceiro filho,Selá, por ser ainda criança, foi prometido  à Tamar, que resignada esperou-o atingir maior idade para casar-se.

No decorrer dos anos Judá ficou viúvo, e não cumpriu sua promessa em dar seu filho menor como marido a sua nora.

Certo dia Judá resolveu tosquiar seu rebanho nas proximidades da casa de Tamar, e esta ao saber, trocou os vestidos da sua viuvez, sentou-se à porta da cidade e fingiu ser uma prostituta. Daí foi um passo para Judá ter relações sexuais ilícitas, deixando em seu poder como garantia de um cabrito dado em pagamento: o selo, ou o anel que era preso a um cordão e seu cajado.

Passados quase três meses Tamar foi acusada de adultério porque ficou grávida, estando ainda viúva.

Ouvindo isso, Judá ordenou que ela fosse queimada. Ante todos os preparativos, a cidade reunida para o espetáculo, a fogueira preparada, e Tamar sendo levada para a morte, nesse momento, devolveu o penhor e declarou que o dono daqueles objetos era o pai da criança. Os objetos representavam prova cabal de que Judá havia feito sexo com Tamar.

Reconheceu-os, pois, Judá, e disse: Ela é mais justa do que eu, porquanto não a dei a meu filho Selá. E nunca mais a conheceu.

Caiu a ficha de Judá como diríamos hoje, e prontamente reconheceu seu erro.

Creio que seu semblante ficou totalmente corado, e sobretudo bem envergonhado.

Embora hoje nossa sociedade seja bem desenvolvida, o falso moralismo é algo bem velho.

Muitos vestem suas capas de moralistas, apresentam vidas virtuosas, mas dentro de quatro paredes são totalmente diferentes, e se revelam os mais pervertidos.

Não fosse a perspicácia da mulher, teria morrido sem compaixão pelas mãos do próprio Judá.

Bem ensinou Jesus que muitos religiosos e autoridades de seus dias eram como sepulcros caiados:

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas por dentro estão cheios de ossos e de toda imundícia”.(Mat.23:27)

Judá voltou para sua casa, e por certo  seu regresso foi mergulhado na mais profunda humilhação. Tamar voltou para casa de seu pai em triunfo, e podia ostentar a beleza de uma mulher virtuosa, que por muitos anos aguardou uma promessa não cumprida por parte de Judá.

Que sejamos pessoas autênticas, transparentes, e que os outros nos vejam como o fundo de um rio cristalino.

Que não haja em nós um falso moralismo, nem tampouco o desejo de julgarmos nossos semelhantes:

“Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós”. (Mat.7:2)

Espero que Judá tenha aprendido a lição.

E que cada um de nós jamais a esqueça.

Que assim seja

Orlando Arraz  Maz

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »