meditaçoes bc

Julgamento sem recurso

O julgamento de Lindemberg, o assassino de Santo André, impactou  a opinião pública.
Uma multidão de repórteres, câmeras de televisão, pessoas entrevistadas, promotores dando seu parecer jurídico, e o público, ávido por uma condenação por certo merecedora.
Ao findar  do dia o veredito foi dado com a leitura da sentença: 98 anos de prisão, com o lançamento do nome do réu no rol dos culpados. 
E a advogada do réu informou que pretende ingressar com recurso, com vistas à anulação do júri. 
Lembrei-me de um julgamento totalmente diferente deste, presidido por Deus, que julga retamente grandes e pequenos, não por crimes específicos praticados, mas por obras más provenientes de vidas pecaminosas, e que não se submeteram à lavagem dos seus pecados no sangue precioso de Jesus.
Suas obras más foram lançadas no livro do juízo, e a condenação foi decretada por Deus. E não há qualquer interposição de recurso, pois a sentença é perfeita.
Lindemberg, que passou por um juízo humano, se não se arrepender de seus pecados, sem dúvida comparecerá perante este Tribunal onde será julgado com retidão, sem direito a qualquer recurso.
Felizes aqueles cujos nomes foram encontrados no Livro da Vida, e que tiveram suas causas ganhas pelo Defensor, no alto de uma tribuna levantada na Cruz do calvário. Lá, Jesus, o Advogado maravilhoso e competente, venceu a Satanás e ganhou a vitória para mim. E lançou meu nome no Livro da Vida.
A Ele minha eterna gratidão.
“E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles.
E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o além entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo.
E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo”. (Apocalipse 20:11a15)

Orlando Arraz Maz

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

Parabéns, Méleri

  Minha filha, Deus te abençoe                   Em sua vida que hoje se desponta; Lutarei por ti

Leia mais »

EXEMPLO ABENÇOADO

EXEMPLO ABENÇOADO Ela era sem dúvida a dona do sorriso mais lindo e envolvente que já conheci. Tinha os melhores conselhos, porque não eram “achismos”

Leia mais »

MEMÓRIAS DE UMA AMIZADE

MEMÓRIAS DE UMA AMIZADE Algumas pessoas passam pela nossa vida, outras marcam as páginas da história da nossa vida. A amizade com a minha querida

Leia mais »

O DEUS QUE ELA AMAVA

O Deus que ela amava Esse é o Deus que ela amava: Um Deus que em uma madrugada a buscou em sua cama. Ele, que

Leia mais »