meditaçoes bc

LIBERDADE SÓ EM JESUS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A escravidão deixou marcas profundas e tristes nas vidas dos que já se foram, e a historia está repleta de informações desoladoras.

Basta uma leitura do clássico Navio Negreiro de Castro Alves, para termos uma vaga noção do que foi a escravidão no Brasil.

O povo judeu sofreu as agruras da escravidão nos fornos de tijolos nas terras egípcias. Soube, portanto, o que era padecer por mais de 400 anos.

Mais tarde aprenderam que não poderiam escravizar seus irmãos por mais de sete anos, devendo dar-lhes liberdade plena no sétimo ano. Era o chamado ano da libertação.

Hoje, felizmente a  escravidão não mais existe não somente em Israel, mas em grande parte do mundo; os povos são verdadeiramente livres.

Entretanto, há uma escravidão que não é física, e seus males ultrapassam os danos corporais. Exatamente dessa escravidão Jesus veio trazer libertação:

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”

Na Escritura sete é o número da plenitude ou perfeição. Assim como o judeu encontrava libertação ( no sétimo ano), na plenitude do tempo Deus enviou seu Filho, e por meio dele proclamou a remissão dos pecados não apenas para os judeus, mas para todos os homens (Com.Bibl.Pop. W.MacDonald).

A morte do Senhor Jesus na cruz do calvário trouxe plena libertação da escravidão imposta pelo pecado. Satanás saiu derrotado e perdeu totalmente a posse de sua vítima que buscou libertação nos braços de Jesus.

Hoje há muitos libertos, salvos por  Jesus, livres das penas do pecado e da condenação eterna, que podem cantar com vozes triunfantes:

“Eu pobre escravo fui, mas Tu, Senhor Jesus, do jugo que senti, livras-te-me na cruz.

E preso pelo teu amor, agora sirvo a ti Senhor”(HC 205)

Louvado seja o Salvador Jesus que na Cruz proclamou minha libertação.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

 

orlandoarraz

orlandoarraz

2 respostas

  1. Prezado Irmão Orlando Arraz, Graça e paz. Fiquei muito feliz em poder visita sua página, foi um colega de trabalho que má deu. Este colega se intitula agnóstico, porém, diz ele: espiritualista. Oremos ao Senhor para que ele continue examinando as escrituras e que o Senhor lhe abra o coração. Ele é de ascendência alemã. Uma pessoa muito culta e viajada. É Engenheiro Elétrico e de Segurança do Trabalho. Trabalhamos juntos um tempo, aqui na Eletronorte, hoje ele está em outra área.
    Sou José de Arimatéa Carneiro, Igreja dos “Irmãos” em Santa Maria-DF. Gostaria de convidá-lo a estar conosco um tempo aqui em Brasília, cooperando com o ensino da Palavra do Senhor. Já o conheço da revista “Vigiai e Orai” e outros artigos. No amor de Cristo. José de Arimatéa Carneiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

O VERDADEIRO NATAL

 “ela dará à luz um filho, a quem chamarás JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. (Mateus 1:21). Falar ou escrever sobre

Leia mais »

ESPERANÇA INABALÁVEL

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Romanos 12:12 Durante a guerra civil americana, num determinado dia houve um momento de trégua,

Leia mais »

AFLIÇÕES QUE PASSAM

 “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser

Leia mais »

SONO DE CRIANÇA

Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim. Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para

Leia mais »

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »