O CRISTÃO NAS PASSEATAS

passeata

As passeatas e os protestos têm ocupado diversos setores de nossa sociedade, e entrado em nossas casas pela TV, internet, e outros meios de comunicação. Com elas veem cenas chocantes de depredações causadas por vândalos, resultando em  pessoas feridas e mortas. Um cenário de verdadeiro horror.

A participação em tais passeatas por parte de cristãos evangélicos, como pode ser encarada à luz da Palavra de Deus, a Bíblia sagrada? Seu envolvimento mesmo de forma pacífica tem respaldo nas instruções deixadas por Deus em sua Palavra?

Antes de tudo é bom salientar que a Bíblia foi escrita por homens escolhidos por Deus, sem que deixassem de lado suas características. Deus usou suas habilidades, intelectos e conhecimentos, e conduziu-os a escreverem suas palavras. Daí ser a Bíblia um livro inerrante.

Assim, o Novo Testamento traz instruções específicas para a cristandade, e de forma cristalina para a igreja militante. É composto de  27 livros dos quais 13 foram escritos pelo apóstolo Paulo.  Abarcam um período bastante tumultuado que vai dos anos 48 a 68 aproximadamente, com imperadores maldosos e sanguinários, a exemplo de Nero, que não mediram esforços para apagar as marcas deixadas pelo cristianismo.

E o apóstolo deixa claro em suas cartas, o clima de terror vivido pelos cristãos dos primeiros anos. Ele mesmo vítima de martírio, assim como o apóstolo João.

O escritor da carta aos Hebreus, escrita entre os anos de 68 a 70 d.C., cuja autoria se desconhece, cita pessoas presas cujos bens foram espoliados e  que por esta razão sentiam gozo, certas que tinham em vista uma “possessão melhor e permanente”.

As instruções deixadas por Deus e ditadas pelo Espírito Santo, que levaram tais homens a escrevê-las, tomam a direção que aponta para a intercessão em favor destes terríveis governantes:

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda a piedade e honestidade. Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade”.

O texto exarado acima é mandamento de Deus e não do apóstolo Paulo. Deus quer que levemos as autoridades em oração, a fim de que Ele possa agir. Creio que se fosse escrito pela vontade do apóstolo, jamais o faria. Tais palavras foram escritas em obediência ao Espírito de Deus.

A finalidade da oração em favor dos governantes é para que Deus nos proporcione  uma “vida tranquila e sossegada”.

Então, a passeata ou o protesto, além de ser um ato de desobediência a Deus, exclui seu poder em agir. As autoridades se sentem acuadas, e por medo mudam seus decretos, e Deus não pode falar aos seus corações. Daí continuam vivendo sem o temor a Deus.

“O sábio Salomão ao escrever seus provérbios, deixa claro o poder de Deus: “Como corrente de águas é o coração do rei na mão do Senhor; ele o inclina para onde quer”.

Tenho plena certeza que o clamor dos verdadeiros filhos de Deus supera passeatas e protestos, e com certeza move o coração dos governantes.

“Eu sou Deus; também de hoje em diante, eu o sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá?”

 Que assim seja.

 Orlando Arraz Maz

 Textos citados:

Hebreus 10:34;I Tim.2:1,2;Isaias 43:13;Prov. 21:1

 

 

 

 

 

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »