O OLHAR DE EVA

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios,
nem se detém no caminho dos pecadores,
nem se assenta na roda dos escarnecedores;
antes tem seu prazer na lei do Senhor,
e na sua lei medita de dia e noite.Salmos 1:1,2)

Este salmo é considerado o prefácio dos salmos, pois apresenta o conteúdo de todo o livro. É desejo do salmista ensinar-nos o caminho para a bem-aventurança e avisar-nos sobre a destruição certa dos pecadores. Este, portanto, é o assunto do primeiro salmo, que em certo sentido pode ser visto como o texto sobre o qual todos os salmos compõe um sermão divino.

Gostaria de meditar nos dois primeiros versículos acima transcritos, onde se destacam os três passos para não trilhar pelo caminho dos pecadores: “não anda”, “não se detém” e não se “assenta”. Quando se anda há uma movimentação, e indica muitas vezes alguém que busca algo; quando se detém ocorre uma parada, quer para descanso ou contemplação; e quando se assenta é para sentir-se confortado ou prazeroso. O salmista destaca que este é o caminho que leva à destruição e afasta o homem de Deus. Em outras palavras interrompe sua comunhão com Ele.

Este texto leva-me a pensar na comunhão do primeiro casal no Jardim do Édem, quando Deus lhes aparecia à tardinha (Gên.3:8). Era uma comunhão deliciosa até que foi interrompida pelo aparecimento da serpente, que levou Eva a desobedecer a ordem de Deus: “Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais”.(Gen.3:2,3) E diante da sugestão da serpente, Eva teve seu olhar voltado para a árvore proibida: “Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal. Então, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu. (Gên.3:

Voltemos ao nosso salmo. Eva, ao olhar para a árvore proibida por Deus, “andou” por ela, apreciou sua folhagem e ficou encantada; depois, “deteve-se” diante da sua mais recente descoberta: a árvore. E por fim, “assentou-se” para confortavelmente comer seu fruto e compartilhá-lo com seu marido.

Assim, a tragédia ocorrida naquele jardim, resultando na quebra da comunhão com Deus, têm levado muitos a seguir por este caminho, “que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte” (Prov.14:12).

Entretanto, há esperança para aqueles que desejam os caminhos da vida: é meditar e ter prazer na lei do Senhor, ou em outras palavras, obedecer as instruções dadas por Deus registradas na sua Palavra, a Bíblia. Basta crer na pessoa de Jesus de todo o coração, e o Espírito Santo fará um milagre dentro de todos nós, despertando-nos para as melhores e benditas descobertas que são fáceis de serem obedecidas.

Só assim, os nossos olhares serão direcionados para Deus levando-nos a não “andar”, não nos “deter”, e muito menos não nos “assentarmos” no caminho dos pecadores, mas daqueles que foram perdoados pelo Senhor Jesus, e agora têm o seu prazer na sua Palavra.

Que assim seja.

Orlando Arraz Maz©

Orlando Arraz Maz

Orlando Arraz Maz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »