Oração – O melhor e único recurso

 

 

”De tarde, e de manhã, e ao meio dia, orarei: e clamarei, e ele ouvirá a minha voz”. 


Lança o teu cuidado sobre o Senhor, e ele te susterá; nunca permitira que o justo seja abalado” (Salmo 55:17,22)

 

Os muçulmanos oram três vezes ao dia em qualquer lugar onde se encontram. Aqui no Brasil muitos seguidores exercitam tal prática, voltando-se para a direção de Jerusalém.

 

Este era o costume de Davi e de muitos profetas nos tempos bíblicos.

 

Para o rei Davi diante de situações calamitosas e de fatos assustadores este era o único recurso: abrir o coração na presença de Deus através da oração.

 

Daniel  orava três vezes ao dia e orou quando foi enviado à cova dos leões. E o poder de Deus veio em seu socorro enviando um anjo para fechar a boca dos leões. Sua oração foi atendida.

 

Davi neste salmo nos ensina a prática da oração  em face das circunstâncias adversas:

 

“De tarde” – quando as sombras caem, quando a noite chega, passam em nossa mente as faltas cometidas durante o dia, como uma palavra de ofensa contra alguém, um pensamento mau, uma ira não controlada, e isso tudo tira a nossa paz e satanás aproveita para nos acusar diante de Deus. Davi nos dá a receita: “de tarde orarei”.

 

“De manhã e ao meio dia”, quando saímos para tantas atividades, “clamarei e ele me ouvirá”.

 

Os que são filhos de Deus, (aqueles que O receberam como Salvador pela fé – Ev. de João 1:l2 ), tão diferentes de muçulmanos, a oração tem um destinatário infalível.

 

Orar é transferir nossos “cuidados” para o Senhor e sairmos de sua presença sem qualquer abalo,com sua paz na certeza que Ele nos ouvirá.

 

A poesia deste hino é bem ilustrativa: “Bem de manhã, embora o céu sereno pareça um dia calmo anunciar, vigia e ora o coração pequeno, um temporal pode abrigar”.

 

Coloquemos em prática o hábito da oração, tal como fazia Davi, Daniel, e tantos outros como o apóstolo Paulo que nos manda: “orai sem cessar” ( I Carta aos Tessalonicenses 5:17)

 

Para Davi este era o melhor recurso, pois enquanto os homens maquinavam o mal, ele diz:  “Mas eu invocarei a Deus, e o Senhor me salvará”.

 

Que sejamos filhos felizes e que não deixemos de orar, não somente  três vezes durante o dia, mas muitas.

 

 Ele deseja ouvir a voz do nosso coração.

 

Que assim seja


Orlando Arraz Maz

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »