meditaçoes bc

ORELHA RESTAURADA

 Orelha

“Então um deles feriu o servo do sumo sacerdote,

e cortou-lhe a orelha direita.

Mas Jesus disse: Deixei-os;

basta.

E tocando-lhe a orelha, o curou”. Lucas 22:50,51

 

Na noite da traição, este milagre chama nossa atenção por ter sido feito em favor de alguém que foi prender o Senhor Jesus. João, o evangelista, é o único que nos informa que seu nome era Malco.

Os ânimos estavam exaltados naquela noite. Pedro, numa tentativa de defender seu Mestre, toma sua espada e desfere um golpe contra Malco, desejoso de matá-lo cortando-lhe o pescoço. Entretanto, sua espada foi desviada por mão invisível, e somente a orelha foi atingida. Pedro foi repreendido por Jesus, pois este não era o propósito do Pai. Jamais Jesus precisaria de tais meios para defender-se.

Lucas nos apresenta a maneira amorosa de Jesus em restaurar a orelha ferida. Simplesmente a tocou. E de repente lá estava ela em seu lugar como se nada tivesse acontecido. Um milagre surpreendente. Nada sabemos sobre a reação do homem, ou seu espanto em ser curado por alguém que ele veio para maltratar e prender com crueldade.

Mas de Jesus, sim, podemos admirar sua resignação diante da revolta da multidão com tanta brutalidade. Calmamente repreendeu a Pedro pedindo que guardasse sua espada, e em seguida realizou o grande milagre restaurando a orelha de Malco.

Creio que Pedro, anos mais tarde, ao escrever sua primeira carta recorda a cena desta noite, e inspirado pelo Espírito Santo nos deixa este precioso versículo:

sendo injuriado, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente”; (I Pedro 2:23)

Quão diferente é Cristo de todos os homens, que ao serem atacados procuram revidar imediatamente. Pagam na mesma moeda.

Nosso amado Salvador não agiu e nem age assim, pois é Deus que se manifestou aos homens em um corpo, e nunca conheceu o pecado. Como estaríamos hoje diante de nossas ofensas? Da mesma forma que Malco foi beneficiado com misericórdia, nós também fomos.

Nossa cura suplanta todas as demais, pois fomos curados das mazelas do pecado, abençoados com um novo coração, e uma paz que ninguém nos pode tirar. O profeta Isaias assim se expressa no majestoso capítulo 53:

“Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

FELIZ DIA DAS MÃES

Hoje é um dia bastante especial, portanto, diferente de todos os outros. Esse dia foi instituído para homenagear nossa mãe, e devolver-lhe um pouco do

Leia mais »

O VERDADEIRO NATAL

 “ela dará à luz um filho, a quem chamarás JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. (Mateus 1:21). Falar ou escrever sobre

Leia mais »

ESPERANÇA INABALÁVEL

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Romanos 12:12 Durante a guerra civil americana, num determinado dia houve um momento de trégua,

Leia mais »

AFLIÇÕES QUE PASSAM

 “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser

Leia mais »

SONO DE CRIANÇA

Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim. Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para

Leia mais »