meditaçoes bc

PARA QUEM IREMOS?

cruz

“Senhor, para quem 
iremos?
Tu tens as palavras de
vida
eterna.Nós cremos e 
sabemos que és o Santo de 
Deus”
(João 6:68,69)

Toda vez que me deparo com este texto fico imaginando a cena: uma sinagoga lotada, pessoas atentas ao discurso de Jesus sobre “o pão que desceu do céu”. Alguns entenderam suas palavras, mas outros não quiseram entende-las. Deixando a sinagoga, muitos seguiram a Jesus, mesmo os que discordaram dele; alguns caminhavam aborrecidos, outros entristecidos e muitos revoltados alegando que seu discurso era bastante duro, ou seja, impossível de ser seguido.

A partir deste dia uma leva de “discípulos” o abandonou. Voltaram para suas casas com Jesus do lado de fora. E quanto perderam!

O quadro se repete em nossos dias, quando há muitos que discordam dos ensinos de Jesus, não creem em suas palavras, põe em dúvida sua divindade, fazem pouco de sua ressurreição e não aceitam sua volta para o céu. São extremamente infelizes como aquela multidão descrita nos versículos desta meditação.

Quando Jesus viu que viravam suas costas e o abandonavam, dirigiu-se ao grupo dos discípulos e perguntou-lhes: “Quereis vós também retirar-vos?” Desde o início de seu ministério não forçou a nenhum deles para segui-lo, e todos o seguiram espontaneamente. Ainda hoje é assim, pois convida cada um ressaltando: “vinde a mim… sou manso e humilde de coração… e encontrareis descanso para vossas almas”.

“Para quem iremos nós”? Foi a majestosa resposta de Pedro. Desde o primeiro dia quando visitou a casa do “Messias” com seu irmão André, saiu com a certeza de que achara o tesouro mais precioso de sua vida, e dele não abriria mão por nada, daí sua resposta. E continuou: “Tu tens as palavras de vida eterna. Nós cremos e sabemos que  és o Santo de Deus” Notaram a colocação das palavras de Pedro? “Cremos”. Foi o que aconteceu quando encontrou Jesus. Sem reservas creu e o aceitou como o Messias. Colocou sua fé em Jesus.  Depois vem: “Sabemos”. Tudo o que viu na pessoa de Jesus foi o suficiente para declarar “és o Santo de Deus”.

Mais do que nunca necessitamos de Jesus,  quando há muitos ao nosso redor que o abandonam e seguem homens religiosos com suas ideias. Não há outro caminho a não ser Jesus, pois Ele tem as palavras de vida eterna, infalíveis, imutáveis e abençoadas. Já o sabemos, pois a Bíblia é rica de dados sobre Jesus. Precisamos, sim, crer sem reservas.

Tomemos a mesma posição de Pedro e seremos felizes nos agarrando a Jesus.

Que assim seja

Orlando Arraz Maz

 

 

 

 

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

O VERDADEIRO NATAL

 “ela dará à luz um filho, a quem chamarás JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. (Mateus 1:21). Falar ou escrever sobre

Leia mais »

ESPERANÇA INABALÁVEL

Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. Romanos 12:12 Durante a guerra civil americana, num determinado dia houve um momento de trégua,

Leia mais »

AFLIÇÕES QUE PASSAM

 “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser

Leia mais »

SONO DE CRIANÇA

Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim. Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para

Leia mais »

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »