PERDAS E GANHOS

PERDAS 2

Tanto perdas como ganhos afetam diretamente a todos nós.

Entretanto, as perdas são mais difíceis, muitas vezes doloridas, arrancam nossas lágrimas e nos deixam prostrados, sobretudo quando a morte invade nossas vidas.

O Senhor Jesus entendia perfeitamente o que significava “separação” dos seus discípulos. Ao final de três anos de convívio, sabia que deveria morrer, e após sua ressurreição voltar para os céus.

 Então, Ele prepara seus discípulos.

 Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. (João 14:1,2)

Os discípulos naquela noite memorável estavam profundamente entristecidos. A separação do Mestre tão querido estava prestes a acontecer. E Jesus, conhecedor dos pensamentos acalma seus corações, com essas palavras tão apropriadas.

 “Não se turbe o vosso coração”, ou seja, que não se escureça ou que venha a toldar-se. Quando isso ocorre a alegria vai embora e uma nuvem escura desce sobre o coração. E Jesus traz conforto a todos eles, animando-os a crerem nele, certos de que ele iria preparar-lhes um lugar na casa do Pai.

 Em seguida, para confortá-los, diz: “E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”. E acrescenta: “Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós”.

 Sem dúvida tais palavras caíram naqueles corações como um bálsamo refrescante. Ele voltaria e eles estariam para sempre com Jesus. E durante sua ausência enviaria  um “consolador” vindo do Pai, o Deus Espírito Santo, para ficar com eles para sempre.

 E mais uma vez fala-lhes ao coração: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”.

 Quando as perdas chegarem, voltemo-nos para palavras tão abençoadoras, e mesmo com corações doloridos, a paz de Jesus poderá nos confortar e nos tornar vencedores.

 Assim que Jesus subiu aos céus, não permitiram que a tristeza tomasse conta dos seus corações. Confiados nas palavras de Jesus, e confortados pelos anjos que ratificaram a promessa de sua volta, ”seguiram para Jerusalém”. E a partir daí, o mundo daqueles dias foi totalmente transformado pela mensagem de salvação do Senhor Jesus.

 “Não se turbe o vosso coração”.

 Que assim seja

 Orlando Arraz Maz

 Texto inspirado na mensagem de Daniel Buccela por ocasião do velório de sua avó D.Trindade, em 3 de fevereiro de 2014.

 

orlandoarraz

orlandoarraz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »