PRAIA OU MAR

 

 

‘Que mar imensurável é teu profundo amor,

Ó como és deleitável insigne Salvador.

Em ti nós descansamos, na tua perfeição,

E a ti apresentamos a nossa adoração.”

(HC 519)

 

Passear pela praia e observar o mar que parece juntar-se no horizonte, ou entrar no mar profundo e mergulhar em suas águas, o que é melhor?

 

As duas colocações são interessantes, mas a segunda é bastante arriscada, mesmo para os que estão habituados em mergulhos. O mar é traiçoeiro e nele muitos já perderam suas vidas.

 

Nas cenas do naufrágio do Titanic, vimos como as pessoas lutaram para não morrer nas águas profundas e geladas daquele mar bravio.

 

Enfim, na praia os riscos são pequenos, no mar estão presentes.

 

Entretanto, pensando na poesia inserida neste texto, um hino cantado nas igrejas evangélicas, o amor de Cristo é retratado como um mar imensurável. Ao mergulhar em suas águas profundas encontro vida em abundância.

 

Não pretendo passear pela praia e observar o seu amor, pensar nele como fuga para os meus males, como um talismã para curar minhas feridas, mas quero mergulhar e sentir o envolvimento de suas águas da cabeça aos pés. Banhar-me em suas águas refrigera minha alma, e assim sou muito feliz.

 

Entremos neste mar. Fujamos da praia onde há desilusões e mágoas, e confortados no  amor de Cristo, juntos descansemos.

 

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” (João 15 : 13)

 

Que assim seja

 

Orlando Arraz Maz

orlando

orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bem vindo!

Deixe seu comentário no final da postagem aqui no blog.

A SENDA DO CRISTÃO

HINOS E CÂNTICOS

O FOLHETO FALANTE

Clique no folheto que abrirá em PDF

Postagens Recentes

BANDEIRA DA ESPERANÇA

Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio   e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu

Leia mais »

TORRE FORTE E INABALÁVEL

Uma homenagem à Casa de Oração de Jardim Botucatu pelos seus 48 anos de atividade. 1973 – 2021  As torres construídas ao longo da história

Leia mais »

BOAS OBRAS NA PANDEMIA

“Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me

Leia mais »

UM NOVO VIGOR

  UM NOVO VIGOR Senhor, traga de novo ao coração do crente A comunhão da igreja dos primeiros dias. A conversão sincera, novo andar e

Leia mais »

QUAL O TAMANHO DO SEU SOFRIMENTO?

  Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovados dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão

Leia mais »

O SANGUE QUE ME PURIFICA

“sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, por tradição, recebestes dos

Leia mais »